chuchu recheado

Chuchu Recheado

O chuchu é uma trepadeira herbácea perene, nativa da América Central. É facilmente digerível e tem um sabor delicado.

O chuchu é uma fruta barata e comum no Brasil, muitas vezes considerada um ingrediente culinário “importante”. Felizmente, existem muitas receitas caseiras simples e naturais que refutam esse preconceito culinário!

Proponho a você a receita de chuchu recheado da minha mãe. É uma receita caseira muito popular, com infinitas variações. Se você não encontrar o chuchu, sugiro que você use a abobrinha.

Ingredientes

  • Um quilo de chuchu
  • Meio quilo de carne moída
  • Duas colheres de sopa de óleo
  • Um dente de alho
  • Uma folha de louro
  • Três colheres de sopa de farinha de trigo integral
  • Cento e cinquenta mililitros de leite
  • Uma colher de sopa de sal (cerca de 10 g) e pimenta moída
  • Um ovo e farinha de rosca para o revestimento

Método de preparação

Descasque, corte os chuchu ao meio longitudinalmente, remova e descarte as sementes ovais em água fria da torneira (o chuchu exala um líquido pegajoso quando descascado).

Cozinhe-os em uma panela com água fervente com sal até ficar macio. Demora quinze à trinta minutos.  Escorra e deixe o chuchu esfriar enquanto prepara o recheio. Receitaswbb.

Coloque o óleo na panela, adicione carne, alho, louro, sal e pimenta. Cozinhe em fogo médio-alto, mexendo sempre com uma colher de pau. Quando não houver mais líquido na panela, adicione a farinha e refogue por 1 minuto.

Em seguida, adicione o leite mexendo sempre até engrossar. Deixe esfriar e retire a folha de louro e o alho.  Com uma colher, retire um pouco da polpa do “chuchu” cozido ao meio. Coloque a carne do chuchu em uma peneira para remover o excesso de água, amasse e adicione ao recheio, misturando bem.

Encha as metades do chuchu com o recheio de carne. Molde a fruta inteira na sua mão. Cubra-os primeiro com o ovo batido (com uma pitada de sal) e depois com a farinha de rosca.

Frite em óleo quente até dourar e ficar crocante. Para verificar a temperatura, coloque um palito no óleo: se bolhas começarem a se formar ao redor da madeira e flutuarem, seu óleo estará quente o suficiente. Coloque-os em papel toalha para drenar o excesso de óleo.

Sirva com arroz branco!

O chuchu e a culinária

Consumido cru ou cozido, o chuchu tem um sabor suave que o torna extremamente versátil na cozinha. Também é uma comida muito saudável. É carregado com os principais nutrientes, incluindo vitaminas do complexo B, potássio e vitamina C.

Se você nunca experimentou uma receita de chuchu, pode ficar agradavelmente surpreso com o quão saborosa esse alimento pouco utilizado pode ser. Além disso, possui muitos benefícios impressionantes para a saúde devido ao seu alto teor de vitaminas, minerais, antioxidantes e fitoquímicos.

O que é o chuchu?

O chuchu é um tipo de abóbora que pertence à família Cucurbitaceae ou cabaça. É cultivado como um vegetal, mas tecnicamente é uma fruta.

O chuchu é verde e em forma de pêra, com uma polpa interna branca que tem um sabor suave e uma textura que é frequentemente descrita como algo entre um pepino e uma batata. Como é o sabor? É suave, doce, suculento e crocante.

A planta do chuchu é perene e nativa dos trópicos do Hemisfério Ocidental. A fruta do chuchu está disponível durante todo o ano, com a alta temporada no outono.

A maioria das pessoas usa a polpa do chuchu nas receitas para obter benefícios, mas também existem benefícios potenciais para a saúde do chá e suco de chuchu.

Benefícios do chuchu

Se você está fazendo uma receita com chuchu, pode estar se perguntando que tipo de nutrientes receberá no seu produto final.

1. Antimicrobiano natural

Um antimicrobiano é algo que mata microorganismos ou impede seu crescimento. Demonstrou-se que extratos da folha, caule e semente do chuchu apresentam benefícios antimicrobianos contra cepas de bactérias que geralmente são até resistentes a antibióticos, como as bactérias estafilococos resistentes à meticilina.

2. Grande fonte de folato

Essa fruta também é rica em muitos nutrientes essenciais, com o folato no topo da lista. O que há de tão bom em alimentos ricos em ácido fólico? Esta vitamina B é essencial para a divisão celular e formação de DNA no corpo humano. Uma deficiência de folato pode levar a muitos sintomas indesejados, como falta de energia, função imunológica deficiente e digestão prejudicada.

O folato também é um nutriente especialmente importante para as mulheres grávidas, pois é conhecido por ajudar na prevenção de defeitos congênitos chamados defeitos do tubo neural, como espinha bífida.

3. Impulsionador da digestão

Com seus níveis significativos de fibras e nutrientes de aumento digestivo (como o folato), a abóbora é um alimento que pode incentivar a saúde do sistema digestivo de várias maneiras.

Como um alimento prebiótico rico em fibras, ajuda a prevenir a constipação, enquanto incentiva as bactérias saudáveis ​​a preencher o intestino. Como a pesquisa mostra agora, a saúde intestinal desempenha um papel importante na saúde física e mental.

4. Auxiliar de fígado

Vários estudos mostraram como o chuchu pode ajudar a melhorar a saúde e a função do fígado.

Pesquisas em animais publicadas em 2015 mostram como extratos de brotos de S. edule foram capazes de modular o acúmulo de gordura no fígado e até diminuir a obesidade em animais que receberam uma dieta rica em gordura.

Mais pesquisas clínicas são necessárias, mas como parte de uma dieta saudável em geral, a abóbora com chuchu pode oferecer um impulso substancial à saúde do fígado.

5. Prevenção de Câncer

Em geral, o consumo de vegetais e frutas está associado a um menor risco de desenvolver câncer. Como fruto, o chuchu pode ajudar a prevenir a formação de câncer no corpo.

Mais especificamente, pesquisas recentes in vitro (tubo de ensaio) mostraram que os compostos encontrados na abobrinha podem inibir a progressão de certas células cancerígenas, como leucemia e câncer cervical.

pave de maracuja com chocolate

Pavê de Maracujá com Chocolate

O maracujá é uma trepadeira, que pode envolver-se em quase qualquer superfície e se agarrar a ela, buscando a luz do sol. Mas não deixe as aparências enganarem você – essa fruta é amplamente consumida em todo o mundo e dura centenas de anos. Existem mais de 500 variedades de maracujá, com aparências muito variadas. Em termos de cor, geralmente são amarelos ou roxos escuros. O interior é cheio de carne firme e suculenta e uma abundância de sementes. A fruta é espremida regularmente para o suco; você frequentemente o adiciona a outros sucos para melhorar o sabor e adicionar um sabor exótico. Você pode encontrar maracujá cultivado em praticamente qualquer clima quente do mundo, desde que a temperatura esteja livre de geadas durante todo o ano. Isso inclui o Pacífico Sul, América Central, Oriente Médio, Mediterrâneo e vários locais subtropicais em todo o mundo.

Valor Nutricional do Maracujá

A longa lista de benefícios à saúde comumente atribuídos ao maracujá deve-se aos nutrientes como antioxidantes, flavonóides, minerais e teor de vitaminas da fruta. O maracujá contém vitamina A, vitamina C, riboflavina, niacina, ferro, magnésio, fósforo, potássio, cobre, fibra e proteína. As porcentagens de muitas vitaminas e minerais são surpreendentemente altas, e o maracujá é um ótimo complemento para a dieta, o que resulta em vários benefícios surpreendentes para a saúde.

Benefícios de saúde do maracujá

Vamos explorar alguns desses benefícios em mais detalhes abaixo.

Aumenta a imunidade

Um estudo indica que o maracujá possui um número significativo de antioxidantes, que ajudam a aumentar a imunidade do corpo. É desconhecido para a maioria das pessoas até os tempos modernos que a propriedade de fortalecimento imunológico é devida à presença de vitamina C, caroteno e criptoxantina.

Potencial anti-carcinogênico

Pensa-se também que o maracujá é uma fonte poderosa para aumentar a atividade anticancerígena no organismo. Os antioxidantes do maracujá eliminam principalmente os radicais livres, conhecidos por transformar o DNA de células saudáveis ​​em células cancerígenas. O maracujá também contém vitamina C, flavonóides e compostos fenólicos, todos relacionados com propriedades anticâncer.

Rico em vitamina A

A vitamina A está ligada aos benefícios para a saúde ocular, incluindo a prevenção de degeneração macular, catarata e cegueira noturna. Além disso, o alto conteúdo antioxidante do maracujá é útil na redução de rugas e promove o bom funcionamento das membranas em todo o corpo, incluindo a pele, para mantê-lo hidratado e brilhante!

Ajuda na digestão

Maracujá é uma fonte muito rica de fibra. Um único copo dessa fruta fornece ao corpo humano aproximadamente 98% de sua necessidade diária. A fibra é um componente essencial de uma dieta saudável, pois é a substância que facilita a digestão saudável dos alimentos e a regulação dos movimentos intestinais.

Reduz a pressão sanguínea

Se você comer uma porção de maracujá diariamente, poderá satisfazer um quarto de suas necessidades de potássio. O potássio é um mineral vital no corpo humano por várias razões, uma das quais é seu papel como vasodilatador. Além disso, ele relaxa a tensão dos vasos sanguíneos e promove o aumento do fluxo sanguíneo. Isso reduz a tensão no coração e aumenta a saúde cardiovascular geral.

Melhora a circulação

Quando combinado com as propriedades vasodilatadoras do potássio, o alto teor de ferro e cobre do maracujá pode realmente causar impacto. Ferro e cobre são ambos essenciais componentes de glóbulos vermelhos (RBC) de produção. Depois que a contagem de glóbulos vermelhos aumenta e os vasos são dilatados, o sangue oxigenado pode fluir livremente para as áreas necessárias do corpo, estimulando a atividade metabólica em todos os sistemas orgânicos e aumentando a produtividade e a eficiência.

Ingredientes

Para fazer a base você irá precisar dos seguintes ingredientes:
  • Uma lata inteira de leite condensado
  • Três colheres de sopa cheias de achocolatado
  • Um pacote inteiro de biscoito do tipo Maisena
Para fazer o mousse você irá precisar dos seguintes ingredientes:
  • A polpa de cinco unidades de maracujá
  • Uma lata inteira de leite condensado
  • Uma caixinha inteira de creme de leite

Modo de preparo

A primeira coisa que você irá precisar é de um liquidificador. Dentro dele, você precisará colocar a polpa de 4 unidades de maracujá. Você irá bater até as sementes instruíram e irá coar esse suco. Depois, retornará novamente ele pro liquidificador juntamente com o leite condensado e o conteúdo inteiro da caixinha do creme de leite, batendo até que obtenha uma consistência homogênea e todos os ingredientes incorporem. Reserve. Agora, com uma panela, leve ao fogo a lata do leite condensado juntamente com o achocolatado em pó, mexendo sempre até que obtenha a consistência parecida com a do brigadeiro quando está mole. Depois que terminar, reserve também essa parte, esperando que o brigadeiro esfrie. Você precisará nesse momento separar o recipiente onde você deseja fazer o seu pavê de mousse maracujá com chocolate. A primeira coisa a ser feita é criar uma camada com biscoitos, eles precisam estar molhados no leite. Por cima, coloque o seu brigadeiro de chocolate. Essa será a sua segunda camada da receita. Após, coloque todo conteúdo do seu mousse de maracujá por cima. Para finalizar, você pode colocar um pouco de polpa de maracujá com semente em cima para poder enfeitar o seu pavê. Para isso, você só precisa levar a polpa do maracujá ao fogo com mais 3 colheres de açúcar e meia xícara de água mineral. Quando todas as etapas estiverem prontas, basta reservar na geladeira por algumas horas, e estará pronto para ser servido.
massa de pizza com fermento seco

Massa de Pizza com Fermento Seco

Esta receita fácil de massa de pizza é ótima para iniciantes e produz uma massa de pizza caseira macia. Pule a entrega da pizza, porque você só precisa de 6 ingredientes básicos para começar! Além disso, muitos de vocês possuem certo receio na hora de utilizar o fermento este ano! Considere este seu guia inicial e consulte-o com frequência. Alguns gostam de massa fina e crocante, enquanto outros preferem massa grossa e macia. Esta crosta de pizza caseira tem tudo: é macia e possui um sabor delicioso e crocante.

A massa da pizza

Toda massa de pizza começa com os mesmos ingredientes básicos: farinha, fermento, água, sal e azeite.
  • Algumas colheres de sopa de azeite de oliva extra virgem adicionam um sabor maravilhoso à massa. Não se esqueça de escovar a massa com azeite antes de adicionar as coberturas, o que evita que a crosta fique encharcada.
  • O sal acrescenta o sabor necessário.
  • Uma colher de sopa de açúcar aumenta a atividade do fermento e amacia a massa, principalmente quando combinada com um pouco de azeite.
  • A farinha de milho não está na massa, mas é usada para tirar o pó da assadeira de pizza. A farinha de milho dá à crosta da pizza um sabor extra e crocante. A maioria das pizzas de entrega que você gosta tem fubá na crosta inferior.

Pizza é uma massa magra

Uma massa magra não usa ovos ou manteiga. Sem a gordura extra para suavizar a massa, você promete uma crosta de pizza crocante. No entanto, recomendamos usar um pouco de azeite para dar sabor e manter o interior mais macio.

Preparando sua pizza

Siga estas instruções básicas para obter uma crosta de pizza grossa, crocante e em borracha em casa. A receita gera massa de pizza suficiente para duas pizzas de 12 polegadas e você pode congelar metade da massa para mais tarde

Ingredientes

  • Um terço de xícara (320 ml) de água morna
  • Uma à três colheres de chá de fermento instantâneo premium
  • Uma colher de sopa (13g) de açúcar granulado
  • Duas colheres de sopa de azeite de oliva (30 ml)
  • Três quartos de colher de chá de sal
  • Três xícaras e meia (440g) de farinha de trigo (colher e nivelada), além de mais para mãos e superfície (na superfície você pode usar a farinha de milho para deixar mais crocante

Modo de preparo

Bata a água morna, o fermento e o açúcar granulado juntos na tigela da batedeira. Cubra e deixe descansar por 5 minutos. Adicione o azeite, o sal e a farinha. Bata em velocidade baixa por 2 minutos. Vire a massa sobre uma superfície levemente enfarinhada. Com as mãos levemente enfarinhadas, amasse a massa por quatro minutos. A massa pode ser um pouco pesada demais para que a batedeira amasse, mas certamente você pode usá-la em baixa velocidade. Depois de amassar, a massa ainda deve ficar um pouco macia. Afunde os dedos, se a massa voltar lentamente, ela estará pronta. Caso contrário, continue amassando. Unte levemente uma tigela grande com óleo, azeite ou spray antiaderente – basta usar a mesma tigela usada para a massa. Coloque a massa na tigela, virando-a para cobrir todos os lados do óleo. Cubra a tigela com papel alumínio, filme plástico ou uma toalha de cozinha limpa. Deixe a massa subir à temperatura ambiente por, no mínimo, uma hora ou até crescer o dobro do tamanho. Uma dica é aquecer o forno levemente e desligar, então coloque a massa dentro e mantenha a porta entreaberta. Este será um ambiente quente para sua massa crescer. Após cerca de 30 minutos, feche a porta do forno para prender o ar interno com a massa crescente. Quando dobrar de tamanho, retire do forno. Pré-aqueça o forno à 246°C. Deixe aquecer por pelo menos 15 a 20 minutos enquanto molda a pizza.

Modelando a pizza

Unte levemente a assadeira da pizza com spray antiaderente ou azeite. Polvilhe levemente com farinha de milho, o que confere crocância e sabor extra à crosta. Altamente recomendado. Quando a massa estiver pronta, perfure-a para liberar quaisquer bolhas de ar. Divida a massa ao meio. Se não estiver fazendo 2 pizzas, congele metade da massa por mais um tempo. Em uma superfície de trabalho levemente enfarinhada, usando mãos levemente enfarinhadas ou rolo, alise delicadamente a massa em um disco. Coloque na panela preparada e, usando as mãos levemente enfarinhadas, estique e alise o disco em um círculo. Levante a borda da massa para criar um lábio ao redor das bordas. Você pode simplesmente beliscar as beiradas para cima para criar a borda. Cubra a massa levemente com filme plástico ou uma toalha de cozinha limpa e deixe descansar por alguns minutos enquanto prepara suas coberturas de pizza.
arroz doce sem leite condensado

Arroz Doce sem Leite Condensado

A maioria de nós sabe que existem vários benefícios em comer arroz, mas o que a maioria de nós talvez não saiba é quais são exatamente esses benefícios. Embora conhecer os benefícios exatos do arroz não seja um conhecimento comum, uma coisa é certa: é delicioso! Quem não gosta de comer arroz? É um prato incrível e pode ser consumido com praticamente qualquer coisa, incluindo carne, tofu, legumes e muito mais! Para os comedores saudáveis ​​por aí ou para aqueles que simplesmente adoram consumir arroz de alta qualidade e proteínas, você não vai querer parar, e nós vamos lhe dizer o porquê.
  • Anti-inflamatório e sem glúten. Você sofre de sensibilidade ao glúten? O arroz não é apenas delicioso, mas também sem glúten! Você sabia que o grão sem glúten mais popular é o arroz? Isto é especialmente verdade para pessoas que sofrem de doença celíaca. Funciona como um anti-inflamatório natural para o corpo, o que é sempre um grande benefício. Se você tem alguma sensibilidade ao glúten, o arroz pode ser facilmente adicionado à sua dieta sem se preocupar. Porque é sem glúten, não haverá inflamação no seu intestino. É importante sempre procurar maneiras de reduzir a inflamação em todo o corpo, e é por isso que o arroz é um ótimo recurso para qualquer dieta.
  • Melhora a saúde do sistema nervoso. Seu sistema nervoso precisa de algum apoio? O arroz é a ajuda perfeita! O sistema nervoso do nosso corpo depende do uso de diferentes vitaminas do complexo B para funcionar sem problemas e funcionar adequadamente. Vários tipos de vitaminas do complexo B trabalham para ajudar a produzir neurotransmissores. Os neurotransmissores trabalham para ajudar a regular os processos biológicos. O arroz é uma fonte incrível de uma variedade de vitaminas do complexo B. Como o arroz é tão rico em vitaminas do complexo B, a ingestão ajuda a melhorar a saúde do sistema nervoso.
  • Boa fonte de energia. Sentindo-se cansado? Pegue uma tigela de arroz marrom ou branco! Nosso corpo depende de uma boa quantidade de carboidratos para atuar como combustível. Quando os carboidratos entram nos nossos sistemas, nosso corpo trabalha para transformar esses bons carboidratos em energia. Mas os carboidratos saudáveis ​​encontrados no arroz não são bons apenas para se transformar em energia. Isso também ajuda a garantir o funcionamento adequado do cérebro, pois o cérebro pega essa fonte de energia e a usa também. Outros componentes encontrados no arroz, como todos os minerais, vitaminas e muito mais, ajudam a aumentar a atividade metabólica de todos os órgãos do corpo. Ao fazer isso, nossos corpos aumentaram os níveis de energia.
  • Qualidades diuréticas e digestivas: previne a constipação.Você tem problemas digestivos? Comer arroz é uma maneira de regular seu sistema digestivo. A composição rica em fibras do arroz é essencial para reduzir a constipação e regular o sistema digestivo. O arroz também funciona como um diurético natural, que ajuda a eliminar a água do corpo. Isso é benéfico para quem tem pressão alta e outras condições. Eliminar a água do corpo significa que você urina com mais frequência, o que ajuda a livrar o corpo do ácido úrico e até ajuda a perder peso! Em troca, seus rins colhem os benefícios. Certifique-se de manter-se hidratado, no entanto, como seu corpo estará liberando mais água, você precisará de um suprimento decente de água no corpo.
  • Pode ajudar a reduzir os riscos de câncer. Você está procurando maneiras de permanecer proativo no combate aos riscos de câncer? Consumir alimentos ricos em fibras, como arroz, ajuda a reduzir as chances de contrair câncer! As propriedades de alta fibra do arroz ajudam na digestão e na redução da pressão arterial. Em troca, você tem um corpo mais saudável em geral. E manter um aparelho digestivo saudável significa que os resíduos do corpo não ficam parados por longos períodos de tempo. Ao manter o fluxo em movimento, há uma menor chance desse lixo interagir com células saudáveis ​​dentro do corpo. Isso é bom para combater e prevenir o câncer intestinal e o câncer colorretal. Mas o arroz não termina sua batalha contra o câncer por lá.
O arroz também é rico em vitaminas. Essas vitaminas incluem antioxidantes, como a vitamina A e a vitamina C. Isso ajuda a livrar o corpo dos radicais livres.

Ingredientes

  • Duas xícaras de arroz branco cru
  • Oito xícaras de água mineral
  • Uma cauda de leite de um litro integral
  • Três xícaras de açúcar refinado
  • Uma pitada de sal
  • Canela à gosto

Modo de preparo

Primeiro comece reservando uma panela de tamanho médio à grande. Você precisará colocar o arroz juntamente com a água e a pitada de sal e deixar cozinhando em fogo na temperatura alta. Você deixará esse arroz no fogo até que a água comece à secar, por esse motivo indicamos que você deixe a panela destampada. Quando o arroz estiver levemente úmido você só precisará adicionar o leite o açúcar e deixar toda a mistura cozinhar até levantar fervura. Assim que ferver, você pode deixar cozinhando por 2 minutos e depois desligar. Depois que ferver por mais alguns minutos você só precisará desligar o fogo e esperar o arroz dar uma leve esfriada para que o caldo se torne mais grosso. Não deixe o arroz engrossar enquanto está no fogo, senão quando você desligar e ele esfriar ele ficará muito grudento.
arroz de forno com calabresa

Arroz de Forno com Calabresa

Os benefícios para a saúde do arroz incluem sua capacidade de fornecer energia instantânea, regular e melhorar os movimentos intestinais e gerenciar os níveis de açúcar no sangue. Também desempenha um papel no fornecimento de vitamina B1 ao corpo humano. Outros benefícios incluem sua capacidade de ajudar na pele, aumentar o metabolismo, regular a digestão e reduzir a pressão sanguínea. Ajuda na perda de peso, estimula o sistema imunológico e protege contra disenteria e doenças crônicas.

O que é arroz?

O arroz é um cereal, que pertence às espécies de gramíneas Oryza sativa e Oryza glaberrima, também conhecidas como arroz asiático e australiano, respectivamente. O grão vem em mais de 40.000 variedades com diferentes formas, tamanhos, textura, aroma e cores. Diferentes tipos de arroz incluem o arroz branco, marrom, rosa, macarrão, pérola, selvagem e arroz de sushi, entre outros. Eles podem ser de grãos longos, médios e grãos curtos, além de levar um tempo de preparação muito curto. Também é conhecido pela infinidade de benefícios que confere, tornando-se o motivo pelo qual é frequentemente usado em alimentos para animais de estimação, como ingrediente em cosméticos, como produtos de limpeza e hidratantes faciais , e em suplementos e pílulas dietéticas.

Nutrição

A maioria das variedades contém uma alta quantidade de carboidratos e proteínas. O teor de fibras varia de acordo com os tipos de arroz. Por exemplo, o arroz integral tem mais fibras que o arroz branco e, portanto, é uma opção saudável. Ele também é rico em minerais como cálcio, ferro, só fios, potássio, manganês, seleni e cobre. Para a maioria das pessoas, arroz é sinônimo de arroz branco de grãos curtos. Essa variedade é considerada saudável, pois contém a maioria dos nutrientes e é rica em ácidos graxos ômega-6, conhecidos por suas propriedades pró-inflamatórias. No entanto, geralmente é pobre em vitaminas e minerais.

Benefícios para a saúde

É um alimento fundamental em muitas cozinhas do mundo todo e é uma importante colheita de cereais que alimenta mais da metade da população mundial. Os benefícios para a saúde desta cultura generalizada são explicados abaixo.

Fornece energia

Como o arroz é abundante em carboidratos , ele atua como combustível para o corpo e auxilia no funcionamento normal do cérebro. Os carboidratos são metabolizados pelo corpo e transformados em energia funcional e utilizável. As vitaminas, minerais e componentes orgânicos encontrados nele aumentam o funcionamento e a atividade metabólica de todos os órgãos, o que aumenta ainda mais os níveis de energia.

Previne a obesidade

Faz parte integrante de uma dieta equilibrada, pois pode fornecer nutrientes sem causar impactos negativos à saúde. Baixos níveis de gordura, colesterol e sódio também ajudam a reduzir a obesidade e as condições associadas. Enquanto a maioria das pessoas têm este equívoco que o consumo de arroz branco causa um aumento nos níveis de glicose no sangue, que é uma das razões para a obesidade, uma pesquisa 2.013 papel mostraram que houve, de fato, nenhuma associação entre a freqüência de consumo de arroz e peso corporal , IMC ou obesidade central. [3] A maioria das pessoas prefere arroz integral  sobre o arroz branco, pois possui mais conteúdo de fibra e é, portanto, mais nutritivo.

Livre de glúten

O arroz naturalmente não contém glúten e, portanto, não causa inflamação no intestino. Isso significa que pessoas que sofrem de doença celiaca podem facilmente incluí-la em sua dieta.

Controla a pressão sanguínea

O arroz é pobre em sódio, por isso é considerado um dos melhores alimentos para quem sofre de hipertensão. O sódio pode causar a contração das veias e artérias, aumentando o estresse e a tensão no sistema cardiovascular à medida que a pressão arterial aumenta. Isso também está associado a problemas cardíacos, como aterosclerose, ataques cardíacos e derrames, portanto, evitar um excesso desse mineral é sempre uma boa idéia. O arroz é o grão mais usado no mundo.

Potencial anticâncer

A variedade de grãos integrais de arroz integral é rica em fibras insolúveis que ajudam a proteger contra muitos tipos de câncer . Cientistas e pesquisadores acreditam que essas fibras insolúveis são vitais para proteger o corpo contra o desenvolvimento e as metástases das células cancerígenas. A fibra é benéfica na defesa contra o câncer colorretal e intestinal. No entanto, além da fibra, também possui antioxidantes naturais como vitamina A e C, bem como compostos fenólicos e flavonóides, que ajudam a eliminar os radicais livres do corpo.

Cuidados com a pele

Os médicos especialistas dizem que o arroz em pó pode ser aplicado topicamente para curar doenças da pele . No subcontinente indiano, a água do arroz é prontamente prescrita pelos praticantes ayurvédicos como uma pomada eficaz para refrescar as superfícies inflamadas da pele. Os compostos fenólicos, particularmente na variedade marrom ou selvagem, têm propriedades anti-inflamatórias, por isso também são bons para aliviar a irritação e a vermelhidão. Seja consumido ou aplicado topicamente, ele tende a aliviar várias doenças da pele. A capacidade antioxidante também ajuda a retardar o aparecimento de rugas e outros sinais prematuros de envelhecimento que afetam a pele.

Ingredientes

  • Dois quilos de linguiça calabresa
  • Quatro pedaçosde aipo, em fatias finas
  • Uma cebola grande picada
  • Um pimentão verde grande picado
  • Duas xícaras de água
  • Três quartos de uma xícara de sopa em pó para dar cremosidade
  • Um Knor sabor linguiça ou feijoada
  • Uma xícara de arroz de grão longo cru
  • Um quarto de de xícara de migalhas de pão seco
  • Duas colheres de sopa de manteiga derretida

Modo de preparo

Em uma frigideira grande, cozinhe a lingüiça, o aipo, a cebola e o pimentão em fogo médio até que a carne não fique mais crua por fora e os legumes estejam macios; deixe o fogo drenar a água. Em uma panela grande, leve a água para ferver; adicione a mistura de sopa cremosa. Reduza o calor; cozinhe, descoberto, por 5 minutos ou até o macarrão ficar macio. Misture o Knor, arroz e a mistura de linguiça; misture bem. Transfira para uma assadeira. Cubra e leve ao forno alto por 40 minutos. Atire migalhas de pão e manteiga; polvilhe sobre a mistura de arroz. Asse, descoberto, por 10 a 15 minutos ou até o arroz ficar macio. Deixe descansar por 10 minutos antes de servir.
chocolate quente cremoso com leite condensado

Chocolate Quente Cremoso com Leite Condensado

Ingredientes:

  • Duas xícaras cheias de leite integral
  • Quatro colheres de sopa de cacau em pó ou chocolate amargo setenta por cento
  • Uma colher de sopa de maisena
  • Quatro à cinco colheres de sopa de leite condensado
  • Meia xícara de creme de leite

Modo de Preparo:

Para começar, você irá precisar de uma panela. Quando estiver com o item em mãos, coloque todo o conteúdo do leite dentro da panela e jogue a maizena, misturando até que ambos criem uma consistência homogênea. Tome cuidado para não ficar algumas pelotas antes de ir ao fogo. Feito isso, coloque em fogo baixo e adicione o leite condensado juntamente com o achocolatado em pó ou chocolate 70% amargo. Mexa bem a mistura até que ela levante fervura. Pronto, seu chocolate quente está preparado e para finalizar basta colocar creme de leite por cima e misturar. Sirva quente.

Benefícios do chocolate amargo na saúde

O chocolate amargo é carregado com nutrientes que podem afetar positivamente sua saúde. Feito a partir da semente do cacau, é uma das melhores fontes de antioxidantes do planeta. Estudos mostram que o chocolate amargo, ao contrário do chocolate com auto teor de açúcar, pode melhorar sua saúde e diminuir o risco de doença cardíaca.

Muito nutritivo

Se você compra chocolate escuro de qualidade com alto teor de cacau, ele é realmente bastante nutritivo e contém uma quantidade razoável de fibra solúvel e é carregado com minerais. Uma barra de 100 gramas de chocolate amargo com 70 a 85% de cacau contém:
  • 11 gramas de fibra
  • 67% do IDI para ferro
  • 58% da IDR para magnésio
  • 89% do IDI para o cobre
  • 98% da IDI para manganês
  • Também possui bastante potássio, fósforo, zinco e selênio
Obviamente, 100 gramas é uma quantidade bastante grande e não é algo que você deve consumir diariamente. Todos esses nutrientes também vêm com 600 calorias e quantidades moderadas de açúcar. Por esse motivo, o chocolate escuro é melhor consumido com moderação. O perfil de ácidos graxos do cacau e do chocolate amargo também é excelente. As gorduras são principalmente saturadas e monoinsaturadas, com pequenas quantidades de gordura poliinsaturada. Ele também contém estimulantes como cafeína e teobromina, mas é improvável que você o mantenha acordado à noite, pois a quantidade de cafeína é muito pequena em comparação ao café. O chocolate amargo de qualidade é rico em fibras, ferro, magnésio, cobre, manganês e alguns outros minerais.

Fonte poderosa de antioxidantes

Vamos falar agora sobre capacidade de absorção de radicais de oxigênio. Essa é uma medida da atividade antioxidante dos alimentos. Basicamente, os pesquisadores colocam um monte de radicais livres (ruins) contra uma amostra de um alimento e analisa até que ponto os antioxidantes presentes no alimento podem “desarmar” os radicais. A relevância biológica dos valores dessa substância é questionada, porque é medida em um tubo de ensaio e pode não ter o mesmo efeito no corpo. No entanto, vale ressaltar que os grãos de cacau não processados e crus estão entre os alimentos com maior pontuação testados. O chocolate escuro é carregado com compostos orgânicos que são biologicamente ativos e funcionam como antioxidantes. Estes incluem polifenóis, flavanóis e catequinas, entre outros. Um estudo mostrou que o cacau e o chocolate preto tinham mais atividade antioxidante, polifenóis e flavanóis do que qualquer outra fruta testada, que incluía mirtilos e açaí.

Pode melhorar o fluxo sanguíneo e diminuir a pressão sanguínea

Os flavanóis do chocolate escuro podem estimular o endotélio, o revestimento das artérias, a produzir óxido nítrico. Uma das funções dele é enviar sinais para as artérias relaxarem, o que diminui a resistência ao fluxo sanguíneo e, portanto, reduz a pressão sanguínea. Muitos estudos controlados mostram que o cacau e o chocolate preto podem melhorar o fluxo sanguíneo e diminuir a pressão sanguínea, embora os efeitos sejam geralmente leves. Os compostos bioativos do cacau podem melhorar o fluxo sanguíneo nas artérias e causar uma pequena mas estatisticamente significativa diminuição da pressão arterial.

Aumenta o HDL e protege o LDL da oxidação

O consumo de chocolate amargo pode melhorar vários fatores de risco importantes para doenças cardíacas. Em um estudo controlado, verificou-se que o cacau em pó diminui significativamente o colesterol LDL oxidado nos homens. Também aumentou o HDL e reduziu o LDL total para aqueles com colesterol alto. LDL oxidado significa que o LDL (colesterol “ruim”) reagiu com os radicais livres. Isso torna a partícula LDL em si reativa e capaz de danificar outros tecidos, como o revestimento das artérias do coração. Faz todo o sentido que o cacau reduz o LDL oxidado. Ele contém uma abundância de poderosos antioxidantes que entram na corrente sanguínea e protegem as lipoproteínas contra danos oxidativos. O chocolate escuro também pode reduzir a resistência à insulina, que é outro fator de risco comum para muitas doenças como doenças cardíacas e diabetes.
cobertura de nega maluca durinha

Cobertura de Nega Maluca Durinha

Você com certeza já deve ter comido um bolo com essa cobertura deliciosa e crocante. Estamos aqui para te ensinar em primeira mão, seus bolos se tornarão muito mais gostosos! Para fazer essa deliciosa receita, anota aí os ingredientes!
  • Duas colheres de sopa cheias de margarina
  • Duas colheres de sopa cheias de açúcar refinado
  • Cinco colheres de sopa de cacau em pó
  • Cinco colheres cheias de sopa de leite

Como fazer

Primeiro você precisará de uma panela para levar em temperatura média, no fogo, a margarina. Assim que ela derreter você só precisará adicionar o açúcar refinado e mexer até que ambos diluam, completando assim com o cacau em pó. Nesse ponto você precisa mexer bem para que não forme grumos. Você saberá quando acrescentar as colheres de leite, e isso irá acontecer no exato momento em que a mistura começar a ferver e criar bolhas. Nesse ponto você só precisará deixar levantar perfura e irá desligar. Espere a mistura esfriar para somente então colocar a cobertura no bolo, pois ao secar ela irá ficar dura, então não deixe tanto.

Benefícios do cacau em pó

Você provavelmente já usa cacau em pó para todas as suas receitas de sobremesas com sabor de chocolate, smoothies e suculentos docinhos O que você talvez não saiba é a nutrição que há no pó de cacau e os benefícios para a saúde que esse delicioso superalimento proporciona. Completo com antioxidantes, gorduras saudáveis e fibras, o cacau pode ajudar a baixar a pressão alta, ajudar na perda de peso e melhorar o humor, entre outros benefícios

De onde vem o pó de cacau

Antes considerado o “alimento dos deuses”, as antigas civilizações maias e astecas usavam o cacau pela primeira vez para múltiplos propósitos, desde o tratamento de problemas digestivos até o aumento de seus níveis de energia. Os grãos ou sementes de cacau são limpos e torrados para realçar seu sabor profundo. As cascas externas são então removidas, e o que resta é o que é comumente chamado de pontas de cacau, que podem ser consumidas por conta própria como um lanche com pouco carboidrato A manteiga de cacau é outro subproduto popular desse alimento, que pode ser usado como substituto de gordura vegana da manteiga. No entanto, é mais comumente usado na produção de chocolate e como ingrediente hidratante em produtos de beleza. Ao remover a manteiga de cacau, você fica com um bloco sólido de cacau comprimido. Isso então é pulverizado em pó fino para criar o que conhecemos como pó de cacau bruto. O pó de cacau contém apenas uma grama de carboidratos líquidos, tornando-o um delicioso e versátil candidato ao favoritismo quando se fala sobre os alimentos baixo carboidrato. Isso não fará com que você ultrapasse o valor diário permitido de carboidratos, ajudando você a ficar em cetose.

Cacau em pó e a saúde

O cacau em pó não é apenas uma adição incrivelmente rica à sua dieta alimentar de baixa caloria ou não, mas também oferece um valor nutricional incrível.
  • Pode ajudar a prevenir o câncer. O câncer é a segunda principal causa de morte no mundo. Quando os radicais livres da sua dieta e os poluentes ambientais danificam as células, eles podem causar mutações perigosas que podem levar ao câncer. No entanto, os cientistas descobriram uma substância que pode ajudar seu corpo a combater os danos dos radicais livres, reduzir o estresse oxidativo e os riscos de câncer: antioxidantes. Esses poderosos compostos vegetais são encontrados em frutas e vegetais de cor escura, como framboesas, mirtilos, couve e cacau
  • O cacau possui mais antioxidantes do que muitos outros alimentos ricos em antioxidantes por porção – incluindo chá verde, chá preto e vinho tinto. O cacau é especificamente rico em polifenóis, flavonóides e niacina, que, segundo especialistas, podem ajudar na sua saúde e longevidade.
  • Protege suas células contra danos e bactérias
  • Paro o processo no organismo de crescer células cancerígenas
  • Impede que as células cancerígenas existentes se espalhem
  • Incentiva as células cancerígenas a morrer. Um estudo mostrou que o cacau pode parar o crescimento e a reprodução de células de câncer de próstata, sem afetar o crescimento e o funcionamento de células saudáveis
  • Pode ajudar a diminuir o risco de doença cardíaca. Além de ajudar a combater os danos dos radicais livres e prevenir o câncer, os polifenóis e flavanóis do cacau em pó também são anti-inflamatórios, que podem ajudar a melhorar a saúde do coração. Os flavonóides no cacau podem impedir especificamente a formação de coágulos sanguíneos e o bloqueio do fluxo sanguíneo nos vasos e artérias, impedindo o desenvolvimento de doenças cardiovasculares
  • E como o cacau é uma mistura de gorduras monoinsaturadas saudáveis (como ácido oleico, a mesma gordura no azeite) e gorduras saturadas (como o óleo de coco), todos esses ácidos graxos também podem levar a uma melhor saúde cardiovascular
  • Promove pressão arterial mais baixa. Cacau e cacau em pó podem diminuir a pressão arterial. Estudos demonstraram que pessoas que consumiram quantidades maiores de cacau ou pó de cacau rico em flavanol viram sua pressão arterial baixar significativamente a curto prazo. Isso sugeriu que o cacau pode ser um tratamento natural eficaz para a hipertensão.
  • Vasos sanguíneos dilatados, que permitem melhor fluxo sanguíneo
  • Produz uma redução significativa no estresse oxidativo
  • Ajuda a diminuir a resistência à insulina. Os flavanóis de cacau encontrados no chocolate preto podem ajudar as pessoas com diabetes tipo 2.
mousse de chocolate

Mousse de Chocolate

Não deixe o nome francês enganar você: a mousse de chocolate é uma das sobremesas mais fáceis de fazer. Sério, se você tem um micro-ondas, uma batedeira e uma espátula de borracha, pode fazer uma mousse de chocolate caseira para rivalizar com a versão de qualquer restaurante caro. E você pode fazer isso em vinte minutos. Esta receita é praticamente infalível. Experimente adicionar um pouco de café ou bebida para melhorar o sabor; ambas as versões são boas, mas o consenso é que o chocolate comum é o melhor. Mantenha simples! Para servir a mousse, você pode usar copos de suco bonitos, copos de martini, taças de champagne, tigelas pequenas ou xícaras de café expresso. Ou, se você estiver organizando uma festa e quiser dar um gostinho aos seus convidados, poderá servir a mousse em colheres de sopa de porcelana de estilo asiático. Por fim, observe que a mousse de chocolate precisa ficar na geladeira por pelo menos duas horas antes de servir, portanto, planeje de acordo.

Como fazer a mousse de chocolate

O mousse de chocolate tem muito poucos ingredientes, por isso é importante usar o chocolate da melhor qualidade – seu sabor vai realçar. Tem pessoas que gostam de chocolate meio amargo, mas se você preferir sua mousse com um sabor mais escuro, use amargo. Lembre-se, quanto maior a porcentagem de cacau, menos doce é o chocolate.

Ingredientes

Essa receita rende em torno de seus porções e demora cerca de vinte minutos para ficar pronta, acrescentando à esse tempo as duas horas de resfriamento da mousse.
  • Três colheres de sopa de manteiga sem sal
  • Duzentas gramas de chocolate meio amargo, de melhor qualidade
  • Três ovos grandes, gemas e claras separadas
  • Meia colher de chá de creme de tártaro
  • Um quarto de xícara mais duas colheres de sopa de açúcar
  • Meia xícara de creme de leite frio
  • Meia colher de chá de extrato de baunilha
  • Para servir, meia xícara de creme de leite frio e duas colheres de chá de açúcar Raspas de chocolate são opcionais e caem bem.

Modo de preparo

Para começar, coloque a manteiga em uma tigela média para microondas. Quebre o chocolate em pedaços pequenos diretamente na tigela (não é necessário picar primeiro e sujar uma tábua). Leve ao micro-ondas em intervalos de 20 segundos, mexendo entre cada aumento de calor, até que o chocolate derreta cerca de 75%. Mexa, permitindo que o calor residual na tigela derreta completamente o chocolate. Isso evita que o chocolate queime. Como alternativa, coloque o chocolate e a manteiga em uma tigela resistente ao calor e coloque sobre uma panela com cerca de 1 polegada de água fervendo. Mexa com uma colher de pau até o chocolate derreter e a mistura ficar macia. Deixe a mistura esfriar por alguns minutos e, em seguida, misture as gemas, uma de cada vez, misturando até ficar homogênea após cada adição. Em outra tigela média, bata as claras em neve até formar espuma. Adicione o creme de tártaro e bata até formar picos macios (os picos devem estar começando a se manter e voltarão a derreter depois de um segundo). Bata gradualmente ¼ de xícara de açúcar e continue batendo até formar picos firmes (os picos permanecerão retos quando os batedores forem retirados da mistura. Usando uma espátula de borracha grande, dobre a mistura de clara de ovo na mistura de chocolate. Misture apenas até ficar uniforme e depois reserve. Em outra tigela, bata o creme de leite até que comece a engrossar. Adicione as 2 colheres de sopa restantes de açúcar e a baunilha. Continue batendo até o creme atingir picos médios. Adicione o chantilly na mistura de chocolate. Dobre cuidadosamente o creme na mistura de chocolate, certificando-se de não misturar mais do que o necessário. Divida a mousse entre 6 copos individuais, cubra e refrigere até endurecer, pelo menos 2 horas. Até algumas horas antes de servir, bata o creme até que comece a engrossar. Adicione o açúcar e o chicote aos picos médios. Coloque o chantilly sobre a mousse e cubra com raspas de chocolate.

Atenção

Como o tiramisu ou a maionese caseira, a mousse de chocolate nobre é feita com ovos crus. Se isso for uma preocupação, tente encontrar ovos pasteurizados. Os ovos pasteurizados foram brevemente expostos ao calor para destruir qualquer bactéria em potencial. E lembre-se, comer ovos crus não é aconselhável para mulheres grávidas, bebês, idosos ou qualquer pessoa com um sistema imunológico comprometido.
geladinho gourmet de abacaxi

Geladinho Gourmet de Abacaxi

Você com certeza já experiência na sua infância incrível oportunidade que se deparar com deliciosos geladinhos de números sabores. Aqui vamos ensinar uma receita maravilhosa de geladinho gourmet de abacaxi. Essa receita de geladinho é uma oportunidade de vocês diferenciar uma sobremesa gelada de forma artesanal.

Seja para sua família ou para uma reunião entre amigos, com certeza essa experiência será muito mais interessante com geladinho gourmet de abacaxi! Vamos para a receita.

Ingredientes

  • Uma fruta de abacaxi inteira, bem madura e cortada em cubos
  • Meia xícara de chá de açúcar
  • Meia xícara de água mineral fresca
  • Uma caixa inteira de creme de leite
  • Uma xícara cheia de leite integral
  • Meia lata de leite condensado

Modo de Preparo

Para começar, você precisará de uma panela. Dentro dela, você deverá colocar todo o abacaxi junto com açúcar e a água.  Geladinho. Você precisará deixar essa mistura no fogo até que a água seque parcialmente, mas não totalmente. Deixe essa mistura reservada, esfriando.

Agora você precisará do liquidificador. Dentro dele, coloque o leite condensado juntamente com o creme de leite, o leite e o abacaxi em calda. Bata essa mistura até que os ingredientes incorporem, o que irá girar em torno de 3 minutos.

Agora você precisará de um funil para te auxiliar, abrindo e saquinhos de geladinho aos poucos e colocando todo o conteúdo dentro deles. Não se esqueça de deixar um espaço vago para que você possa amarrar o seu geladinho, e tenha cuidado para não amarrar com ar dentro.

Por que fazer de abacaxi?

O abacaxi é uma das frutas tropicais mais populares do mundo. Você sabia que é produzido em todos os países tropicais do mundo? Ou que 80% do abacaxi cultivado acaba em lata? A história das plantas de abacaxi é bastante interessante e, embora exija um clima quente, você pode cultivar uma em um recipiente em sua casa, se não mora nos trópicos.

De onde vêm os abacaxis?

O abacaxi, ou Ananas Comusus, é um tipo de bromélia que é nativa apenas do Novo Mundo. Hoje é cultivado em todo o mundo, mas se originou na América do Sul, aqui do Brasil! Quando Colombo e outros europeus chegaram ao Novo Mundo, encontraram abacaxi crescendo em todo o Caribe, mas os botânicos modernos acreditam que a verdadeira origem dos frutos do abacaxi está na bacia do rio Paraná, na América do Sul.

Curiosidades sobre a história da planta de abacaxi

As pessoas nativas da América do Sul e Central cultivavam e desfrutavam de abacaxi por centenas de anos antes de os europeus chegarem ao local. Mas quando os recém-chegados chegaram lá, sabiam que tinham uma delicadeza em voltar para casa que seria especial.

Demorou muito tempo para viajar naqueles dias, então o abacaxi, juntamente com outras frutas tropicais do novo mundo, se tornou um símbolo de status. Era algo que apenas os ricos podiam pagar, e tornou-se um item básico em refeições especiais e feriados. Algumas pessoas até compravam abacaxis para serem usadas como peças centrais na mesa de jantar, e somente os verdadeiramente ricos podiam realmente comer a fruta.

Essa associação com riqueza e status se transformou em um elemento decorativo. A fruta do abacaxi continua sendo um motivo popular em design de interiores e até em roupas, mas nos séculos passados foi usada para denotar status, generosidade e riqueza. Aqui estão alguns outros fatos interessantes sobre abacaxi:

  • Os exploradores portugueses foram os principais responsáveis pela disseminação do abacaxi pelo mundo, trazendo-o para a África e a Índia.
  • Os maiores produtores de abacaxi do mundo são o Brasil, a Indonésia e as Filipinas.
  • O abacaxi foi introduzido no Havaí pelo capitão James Cook. A Dole no Havaí cresce e enlata abacaxi desde 1903, tornando a fruta a maior colheita do estado.
  • O abacaxi ocupa o terceiro lugar entre as frutas enlatadas do mundo, atrás apenas de compota de maçã e pêssego.
  • Hoje, algumas pessoas cultivam abacaxi em seus jardins tropicais, principalmente para decoração, mas também para frutas ocasionais. Se você não mora nos trópicos, ainda pode desfrutar dessa planta em uma estufa ou em um recipiente interno.

Agora que você já possui a receita maravilhosa de geladinho gourmet de abacaxi e também sabe a história incrível dessa deliciosa fruta, mãos à obra!