chuchu recheado

Chuchu Recheado

O chuchu é uma trepadeira herbácea perene, nativa da América Central. É facilmente digerível e tem um sabor delicado.

O chuchu é uma fruta barata e comum no Brasil, muitas vezes considerada um ingrediente culinário “importante”. Felizmente, existem muitas receitas caseiras simples e naturais que refutam esse preconceito culinário!

Proponho a você a receita de chuchu recheado da minha mãe. É uma receita caseira muito popular, com infinitas variações. Se você não encontrar o chuchu, sugiro que você use a abobrinha.

Ingredientes

  • Um quilo de chuchu
  • Meio quilo de carne moída
  • Duas colheres de sopa de óleo
  • Um dente de alho
  • Uma folha de louro
  • Três colheres de sopa de farinha de trigo integral
  • Cento e cinquenta mililitros de leite
  • Uma colher de sopa de sal (cerca de 10 g) e pimenta moída
  • Um ovo e farinha de rosca para o revestimento

Método de preparação

Descasque, corte os chuchu ao meio longitudinalmente, remova e descarte as sementes ovais em água fria da torneira (o chuchu exala um líquido pegajoso quando descascado).

Cozinhe-os em uma panela com água fervente com sal até ficar macio. Demora quinze à trinta minutos.  Escorra e deixe o chuchu esfriar enquanto prepara o recheio. Receitaswbb.

Coloque o óleo na panela, adicione carne, alho, louro, sal e pimenta. Cozinhe em fogo médio-alto, mexendo sempre com uma colher de pau. Quando não houver mais líquido na panela, adicione a farinha e refogue por 1 minuto.

Em seguida, adicione o leite mexendo sempre até engrossar. Deixe esfriar e retire a folha de louro e o alho.  Com uma colher, retire um pouco da polpa do “chuchu” cozido ao meio. Coloque a carne do chuchu em uma peneira para remover o excesso de água, amasse e adicione ao recheio, misturando bem.

Encha as metades do chuchu com o recheio de carne. Molde a fruta inteira na sua mão. Cubra-os primeiro com o ovo batido (com uma pitada de sal) e depois com a farinha de rosca.

Frite em óleo quente até dourar e ficar crocante. Para verificar a temperatura, coloque um palito no óleo: se bolhas começarem a se formar ao redor da madeira e flutuarem, seu óleo estará quente o suficiente. Coloque-os em papel toalha para drenar o excesso de óleo.

Sirva com arroz branco!

O chuchu e a culinária

Consumido cru ou cozido, o chuchu tem um sabor suave que o torna extremamente versátil na cozinha. Também é uma comida muito saudável. É carregado com os principais nutrientes, incluindo vitaminas do complexo B, potássio e vitamina C.

Se você nunca experimentou uma receita de chuchu, pode ficar agradavelmente surpreso com o quão saborosa esse alimento pouco utilizado pode ser. Além disso, possui muitos benefícios impressionantes para a saúde devido ao seu alto teor de vitaminas, minerais, antioxidantes e fitoquímicos.

O que é o chuchu?

O chuchu é um tipo de abóbora que pertence à família Cucurbitaceae ou cabaça. É cultivado como um vegetal, mas tecnicamente é uma fruta.

O chuchu é verde e em forma de pêra, com uma polpa interna branca que tem um sabor suave e uma textura que é frequentemente descrita como algo entre um pepino e uma batata. Como é o sabor? É suave, doce, suculento e crocante.

A planta do chuchu é perene e nativa dos trópicos do Hemisfério Ocidental. A fruta do chuchu está disponível durante todo o ano, com a alta temporada no outono.

A maioria das pessoas usa a polpa do chuchu nas receitas para obter benefícios, mas também existem benefícios potenciais para a saúde do chá e suco de chuchu.

Benefícios do chuchu

Se você está fazendo uma receita com chuchu, pode estar se perguntando que tipo de nutrientes receberá no seu produto final.

1. Antimicrobiano natural

Um antimicrobiano é algo que mata microorganismos ou impede seu crescimento. Demonstrou-se que extratos da folha, caule e semente do chuchu apresentam benefícios antimicrobianos contra cepas de bactérias que geralmente são até resistentes a antibióticos, como as bactérias estafilococos resistentes à meticilina.

2. Grande fonte de folato

Essa fruta também é rica em muitos nutrientes essenciais, com o folato no topo da lista. O que há de tão bom em alimentos ricos em ácido fólico? Esta vitamina B é essencial para a divisão celular e formação de DNA no corpo humano. Uma deficiência de folato pode levar a muitos sintomas indesejados, como falta de energia, função imunológica deficiente e digestão prejudicada.

O folato também é um nutriente especialmente importante para as mulheres grávidas, pois é conhecido por ajudar na prevenção de defeitos congênitos chamados defeitos do tubo neural, como espinha bífida.

3. Impulsionador da digestão

Com seus níveis significativos de fibras e nutrientes de aumento digestivo (como o folato), a abóbora é um alimento que pode incentivar a saúde do sistema digestivo de várias maneiras.

Como um alimento prebiótico rico em fibras, ajuda a prevenir a constipação, enquanto incentiva as bactérias saudáveis ​​a preencher o intestino. Como a pesquisa mostra agora, a saúde intestinal desempenha um papel importante na saúde física e mental.

4. Auxiliar de fígado

Vários estudos mostraram como o chuchu pode ajudar a melhorar a saúde e a função do fígado.

Pesquisas em animais publicadas em 2015 mostram como extratos de brotos de S. edule foram capazes de modular o acúmulo de gordura no fígado e até diminuir a obesidade em animais que receberam uma dieta rica em gordura.

Mais pesquisas clínicas são necessárias, mas como parte de uma dieta saudável em geral, a abóbora com chuchu pode oferecer um impulso substancial à saúde do fígado.

5. Prevenção de Câncer

Em geral, o consumo de vegetais e frutas está associado a um menor risco de desenvolver câncer. Como fruto, o chuchu pode ajudar a prevenir a formação de câncer no corpo.

Mais especificamente, pesquisas recentes in vitro (tubo de ensaio) mostraram que os compostos encontrados na abobrinha podem inibir a progressão de certas células cancerígenas, como leucemia e câncer cervical.